terça-feira, 30 de outubro de 2012

Mais uma pra deixar registrada.

Na minha cabeça percorrem pensamentos.
 
Ações e desconexões...

 
As vezes se perdem no ar.

 
Estas humildes e sinceras reflexões.

Pensamento.

Até onde podemos chegar com nossos sonhos e objetivos?

Será que ao conquistar estas tão sonhadas aventuranças estaremos completamente contemplados pelos fatos alcançados?

Pois bem, acredito que o momento seja propício para a criação, para o amadurecimento de ideias e de questões.

Isto talvez me leve para outros lugares por mim pouco conhecido ou jamais explorado, porém perder a essencia é algo que jamais quero fazer ao percorrer por estes caminhos e conhecer o desconhecido.

domingo, 28 de outubro de 2012

Poesia.

Segunda Feira.

E amanhã é Segunda Feira...

Alguns andarão de vermelho, outros de cinza e talvez outros de preto.

Que ao menos continuemos com nossos sonhos e utopias para não sermos enganados outra vez.

Que a luta possa continuar em favor da VIDA, em favor da dignidade e em favor do respeito mútuo com o próximo.

E que o próximo respeite as diferenças, as divergências e a população também acorde para um novo dia.

E principalmente que a corrupção seja exilada assim como alguns torturados da era ditatotial que vivemos em nosso país, e que ainda vivemos.

Seja feita a vontade, não do poder, não do povo mas o da Verdade e o do Compromisso.

Amanhã é segunda feira, o buzão estará lotado, alguns se atrasaram para o trabalho, alguns chefes estarão de caras emburradas e a caminhada não poderá ser interrompida e parada.

Pois amanhã, como já dito será outro dia, faça sol ou faça chuva.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Poesia.

Acordado me sinto
Pra encarar mais um dia.
Não sei o que acontecerá
mas preparado pra guerra ou para festa tenho que estar.
Deixar a vida levar é ter passividade,
Encarar os problemas não é coisa da Matemática.
Mas vamos, há muito o que fazer e também o que perder, só não posso me dar ao luxo de que o tempo irá resolver o que esta ao meu arredor.
Estou acordado, respirando e enxergando no hoje.
O amanhã? Ahhhh... o Amanhã há de ser outro dia.

VanderxCHEx

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Des-Contos 2.

- Nossa, como estou cansado/a hoje, o que será que fiz ontem? 
Não me recordo de absolutamente nada? 
Será que estou ficando maluco?

Se sentir desconfortável e inquieto com as situações cotidianas faz parte da vida de milhares de pessoas existentes neste planeta, ainda mais quando se trata do passado e que, felizmente, não conseguimos lembrar nem do ontem e nem do hoje para espairecer a mente, ou mesmo para ampliar a visão de um certo ponto, se um certo foco ou focos.

Comportamento nunca foi seu forte, em genialidade ele/a nunca acreditou ou se quer suspeita de que isto exista de fato, mas suas ideias e seus neurônios se conectam e desconectam a todo instante, sempre é convocado/a para participar de uma atividade ou de algum encontro que desbrava as mais inquietantes questões sobre a convivência e sobre a influência que existem no mundo e nunca sabe se irá participar ou ao menos tentar de desbravar para ver o que acontece consigo mesmo/a.

- Porque será que as coisas acontecem assim sem eu esperar que sejam assim? 
Pra que tanta expectativa enquanto o real parece tão ficcional? 
Às vezes, sinto que estou fora de órbita, totalmente descolado deste paradigma do que é e do que não é um dado pronto ou montado, do que seja o certo ou o errado em minha convivência... Talvez eu tenha que procurar alguma ajuda ou me contentar com minhas inquietações? 
É, estou confuso/a e cheio de dúvidas, será que a Matemática irá me ajudar ou me complicar de vez?

Pensar que a vida é complexa, que os sentidos são diversos e que as vidas se encontram espalhadas por muitos lados, sentidos e desconexas é, talvez, a chance que tenho para driblar as conformidades e criar meu ritmo, minha batida e trilhar um sentido sem remeter a quem ou a quando fazê-la. Só sinto que cumprir isto deve ser imediato ou então me prover de certas situações e começar a me movimentar, a me mexer e não ficar só, esperando que algo aconteça. 

Que seja feita de ilusões ou apenas de pensamentos que desencadeiam outras questões é sua forma de se expressar, ao menos, se arriscar neste universo chamado de Nosso e ao mesmo tempo Não Nosso que é a tal da Vida. 

Se ser relevante ao que nos impulsiona é também uma maneira de achar que tudo esta tranquilo e que não necessitamos de nenhum empurrão; também será normal - ou simples - achar que as guerras e conflitos decorrentes da vida fazem parte do Processo, da História, da Caminhada. Aprender, discordar, relevar, levar e ao menos parar para ouvir o outro é um processo sensível, mesmo sem querer é importante tentar, mostrar-se afim e pensar como seriam as coisas se acontecessem de outra forma, de outra maneira é interessante fazer para ver no que vai dar, o que vai acontecer.

Perder os sentidos, esquecer do ontem, se preocupar com o amanhã não é maluquice, e esquecer o hoje, o agora, onde  pode-se construir o que não foi feito ontem e pensar se o amanhã será interessante a construção do hoje, ou não, é concomitante ao movimento que se dá no agora para se re-faz durante o curto período e insólido momento que temos consigo mesmo/a. 

Fazer valer a pena e soar a camisa para desfrutar de coisas boas do que é construído no agora, forçará um passo para além das fronteiras que nos impedem de caminhar e de sonhar. Transfigurará o agora para não se arrepender do ontem e deixar cravado ao para o amanhã algum sentido seja lá a quem o/a - o tempo - pertencer

- Bem, seja lá o que foi que aconteceu no ontem, ainda bem que a amnésia veio me presentear. Quem sabe um dia eu me recupere deste problema para que não o faça novamente. Não quero me curar, não quero saber de soluções plausíveis só quero viver o agora

- Qual é seu nome nome? 

- Nossa, mil desculpas, meu nome é Posicionamento, e o seu qual é?

E é isto que nos perguntamos todos os dias, não é mesmo?

domingo, 23 de setembro de 2012

MÃE, TE AMO. FELIZ ANIVERSÁRIO.



Hoje poupei muitas coisas pelo facebook que geralmente eu faço.

Deixei de falar um pouco de luta, de movimento e etc pois quis reservar este momento pra falar de VIDA, de Família e por que não da minha existência?

Mas pra falar da minha vida tenho que falar desta pessoa que faz todo o sentido e signifcado de ser quem eu sou.

Tirando os defeitos que tenho, devo minhas qualidades a esta pessoa marav
ilha que é muito mais que MINHA MÃE, MINHA AMIGA E MINHA ETERNA MUSA.

Quem te conhece mesmo sabe quem é você e principalmente sabe de toda sua latuba em ter criado - e ainda estar criando - 3 filhos, sem contar as netas e também as noras, kkkkkkkk...

Mãe, este é um nome tão lindo mas MARIA É AINDA MAIS. A senhora que sempre me dá broncas, pega no meu pé, pede pra fazer isto e aquilo, ufa... são tantas coisas que as vezes canso, porém sempre faço - no meu tempo, na minha hora ou quase nunca faço, kkkkk.

Queria te dizer que hoje é o seu dia, o dia em que a alguns aninhos atrás a senhora vinha pra este mundo fruto dos meus avós queridos: Dona Teresa e Seu Frutuoso, e que Fruto maravilhoso este casal - que está lá em cima nos olhando - deu pra nós aqui na terra; fazer a diferença e que permitiu em ser seu filho.

Sei o quanto a senhora trabalha, acredita e se preocupa conosco e comigo também. Sei também que as vezes não sou o melhor filho, e longe de mim em ser, porém o respeito e admiração que tenho pela senhora é e será sempre eterno.

Te amo muito mamis e um FELIZ ANIVERSÁRIO.

E que esta primavera venha, mais uma vez florir nossos dias, nossas manhãs e principalmente nossas vidas.

Obrigado por tudo, por você existir e por vc me ter como mais um filho seu, amado e respeitado, pois sei muito bem que não é fácil me aturar.

Te amo ontem, hoje e te amarei sempre.

sábado, 22 de setembro de 2012

Des-Contos 1.

Até quando isto vai persistir? Será que a existência humana dependerá sempre de um derrotar ou passar por cima de outro ser humano?

Sinceramente estou cheio de tudo isto, cheio de falsidade, de tanta ganância cheia de viver se ter motivos simples e honestos por lutar junto, em coletividade. Talvez seja o momento para eu parar de acreditar que as coisas melhoraram se ao menos em mim mesmo existe esta constância e ida e vinda do meu próprio ego.

Lutar só é complicado, imagina LUTAR e não sentir que esta lhe valendo a pena. Nestes dias estava escutando a música do O Rappa chamada de Pescador de Ilusões e por muitos dias me senti pertencente a letra da música, me perguntando a todo instante se: Valeu a pena? Será?

Enfim, são tantas coisas, tantas medidas, tantas decisões a serem tomadas por mim e nome do coletivo e as vezes do coletivo por mim que nem sei ao menos se isto, de fato, é o mais humilde a ser feito. Portanto parar será a primeira coisa a ser feita.

Não se sinta ofendido caro leitor pois isto não tem nada haver com você mas tem totalmente haver comigo mesmo. Sinto que é a hora de olhar para o meu próprio umbigo, pra minha vida, pra minha família e principalmente para as minhas ações, se é isto que o sistema quer? Bom, perguntem a ele, fazer a diferença é pra poucos e dos poucos se multiplicam pelo mundo a fora. Mas, se eles conseguem porque eu não há de conseguir também. Sou fruto da humanidade, sou cheio de defeitos, questionamentos, chato porém sou uma amante, amante da VIDA, da AMIZADE e principalmente da VERDADE. Verdade esta que destrói coisas e constrói outras tantas...

Mas seguirei meu caminho, fazendo o que gosto, pensando e fazendo o que acredito, escutando as mesmas músicas e aberto para novas tonalidades de cores e novas formas. Talvez seja este momento e quando sentimos que o nosso corpo também esta no mesmo sentido, no mesmo ritmo é melhor obedecê-lo e respeitar o meu limite que é o AGORA.

Ir é apenas uma forma de dizer que ainda estou aqui, mas em outro sentido e para outra estrada. Com certeza voltarei mais pulsante ou com poucas energias pulsantes em meu ser, mas estarei por ai nas ruas, nos muros, em alguns locais mas estarei por ai, mas em outro sentido, em outra vertente...

Saudações de um viajante que perdeu seu sentido, sua forma e vontade de ser, 1 x 0 pra vocês mas o jogo ainda não acabou, e dele eu nunca desistirei, JAMAIS.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

MEU DESABAFO.

E novamente algumas pessoas vêem com aquelas ideias de que: VOTAR NULO NÃO RESOLVE NADA...

Sinceramente, to nem ai pra quem vc vai votar ou não, sua posição é sua cara e a minha é a minha.

Não voto em Traidor, não voto em Pigmeu, não voto em Serrista, não voto em Ultra-Esquerdista, não voto em PORRA NENHUMA destes candidatos/as pois NENHUM DELES/AS ME REPRESENTAM. 
Será que é complicado demais pra vocês entenderem isto?

Nem mesmo por isto deixarei de LUTAR, BRIGAR, DISCUTIR E IR PRA CIMA destas pessoas ditas: donas de alguma coisa sendo que a única preocupação quando estiverem no poder será apenas o conforto e o bem pessoal.

Foi-se o tempo de acreditar que alguma coisa mudará com uma pessoa no Poder, acredito que  podemos fazer muuito além de qualquer pessoa, esta força, mágica esta no Coletivo, estão nas pessoas meio que escondido mas estão nelas, sacas?

Eu acredito nisto e sei também que não é uma Nova Revolução, longe de mim de promover ou querer isto, pois a correria no dia a dia nas quebradas é frenéticas, correr atrás do pão de cada dia também, sustentar uma família é foda, é tenso demais e isto poucos/as querem ver, sentir, vivenciar, mas a maioria esta imerso a isto.

Portanto não me venha conversa fiada e com um discurso deste pra cima de mim. Não me venha com churumelas...
Desculpem galera, foi apenas um DESABAFO.
Apenas MEU DESABAFO!!! 

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Apenas Relatos. 6

04 de Agosto de 2012.

O dia estava amanhecendo, a aurora pairava sobre o céu da cidade em pleno sábado de Agosto.

Mas, a gosto de quem?

Sei lá, só sei que no relógio, o ponteiro marcava 5:00hrs da manhã, alguns pássaros davam seus primeiros assuvios, algumas galinhas despertavam cantando o seu cócóricó por todos os lados.

O cheiro do café sendo coado e fresquinho exalava pelas ruas da zona leste, e eu, humildemente caminhava em direção ao ponto final, ou inicial, da lotação com destino a zona sul da cidade de São Paulo, bairro este mais conhecido mundialmente como Capão Redondo.

Nossa, mas porque tão cedo?

E a resposta é clara e óbvia:

TRABALHO!!!

Antes de sair de casa pesquisei sobre o melhor - ou o menos demorado - trajeto a ser realizado até chegar na AMA de Especialidades e achei uma alternativa que talvez me ajudaria, e realmente me ajudou.

Depois de sair da casa da minha companheira até chegar na Zona Sul foram passadas mais de 2 horas até chegar na Estação de Metrô Capão Redondo. Além de ter sido a primeira vez que estava indo para o outro lado do extremo sul também foi a primeira vez, durante este perído de trabalho com pesquisa que eu não peguei nenhum trânsito dentro do transporte público. Que maravilha... é mas nem tudo é tão perfeito, maravilhoso assim...

Depois de tanto tempo dentro de trens e metros cheguei na AMA. Ao que tudo indicava o espaço apresentava ser bem movimentado, ainda mais por ser num final de semana (Sábado). Chegando no espaço fui em busca do diretor geral, mesmo porque a Gerente só trabalha durante a semana. Feito isto fui atrás de um espaço mais tranquilo e aconchegante pra poder respirar um pouco e descansar até a hora de começar o trampo.

Neste instante me recordei do caminho realizado até chegar no bairro do Capão Redondo e fiz uma comparação com os demais locais que já realizei o mesmo trampo, e percebi - num susto - que foi super de boas chegar até lá. Que coisa não?

Esta foi a primeira parte do caminho até chegar lá, mas como disse acima: Nem tudo é tão MARAVILHOSO ASSIM.

Contudo passei por algumas situações desagradáveis e deselegantes com o trampo, me trataram com um certo receio e também com uma postura arrogante. Me destrataram literalmente até verem que eu estava fazendo um trampo para a VP e que tinha como proposta ser encaminhada para a Secretaria Municipal de Saúde ai né galera tudo mud:, o comportamento, a atitude, o como falar comigo e isto e aquilo enfim... e isto me incomodou por demais, me sentia meio usado, como se estivesse fardado, sinceramente uma sensação que NÃO QUERO MAIS SENTIR ou ter minimamente qualquer influência grotesca como esta.

Foi foda mas superei, consegui passar por cima disto pois recorri a minha origem e nas minhas influências, meu histórico de vida e militância. Isto me fez observar que estarei sempre sujeito a estes tipos de situações e o que devo fazer é erguer a cabeça e continuar caminhando... Sem parar e denunciar o que não admito e o que não compartilho.

Enquanto não chegava o horário de começar o trampo pude ouvir um som bem diferente do que geralmente estamos muito acostumados - infelizmente - a ouvir, algumas pessoas podem até duvidar, mas novamente os PÁSSAROS estávam lá para presentear meu dia com seus cantos e mais cantos que não paravam um minuto se quer e para encher meu peito de vida e também de paciência em lidar e trampar com o público.  Mas de uma coisa estou mais que certo, toda experiência é válida quando se tem a convicção de que, o que se faz não é somente por grana ou reconhecimento e sim para o/a outro/a.

Falando dos pássaros, acredito que isto foi um sinal para que o trabalho, o simplesmente o espírito, pudesse ser preenchido com tranquilidade para encarar o dia a dia; assim como para as pessoas que estavam indo ao encontro da AMA de Especialidades para ser atendidas.

Mas, nem tudo é tão MARAVILHOSO ASSIM, mas a vida e os caminhos seguem seu fluxo, e eu apenas caminho em direção do que acredito, do que sonho e do que construo, mas nunca só e sim com pessoas batalhadoras ao meu lado, sem PARAR JAMAIS de LUTAR, JAMAIS.


quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Apenas Relatos. 5

NOS 4 QUANTOS DA CIDADE.

01 de Agosto de 2012.

Estou na terceira semana de trampo sem ter parado um dia se quer. Ao todo foram mais de 20 locais por mim visitados e coletados dados para a pesquisa sobre o funcionamento e o atendimento que a população de São Paulo vem buscando nos espaços públicos de Saúde.

Até o momento, percorri pelos quatro extremos desta cidade, alguns dias foram no período da manhã e outros no período da tarde, alguns locais próximos de minha residência e outros inimagináveis para minha mente de tão longínquos. 

Durante estas semanas, pude observar o quanto estamos distantes uns dos outros pela Geografia e também pelo mau planejamento de esta cidade teve durante sua formação história e populacional. A cada local explorado uma nova História foi sendo revelada a mim e aos meus ouvidos, e que Histórias...

O que é curioso perceber é o tamanho da responsabilidade que os/as profissionais da saúde exercem nos seus campos de atuação. Em alguns lugares o tratamento com os/as usuários/as do sistema de saúde vão muito além do que apenas um atendimento médico. Mas infelizmente em muitos casos a ignorância e a arrogância de algumas pessoas ultrapassam qualquer limite de atitude humana que possamos imaginar.

Os espaços físicos: AMAS, UBS, P.S., seguem o mesmo ritmo, a todo momento uma mistura de Belo e Horroroso num raio muito pequeno de espaço de combatem e se camuflam a todo momento. Desde a Cidade Tiradentes (Zona Leste) ao Jardim São José (Zona Oeste) as diferenças; e ao mesmo tempo a ambiguidade, estão completamente estampadas nas estruturas físicas, isto me faz lembrar um dos grandes pensadores que discutia sobre a Microfísica do Poder (Michel Foucault) existentes nos espaços sociais dito: Populares e ao mesmo dominados pelas máquinas organizacionais onde o micro torna-se um potêncial de dominação e articulação para combater e manipular o macro, não é mesmo? Num pensamento de controle, talvez seja necessário esta multiplicidade de diferenças entre os locais, as gestões implementadas em cada espaço, pois acredito que nada exista, surja do acaso ou por pura e simplesmente ação da natureza estas questões são totalmente políticas e sociais.

Se em um curto prazo consegui perceber o quão precisamos de melhorias nos diversos locais de atendimentos públicos,  o que fazer para diminuir  os problemas já citados, por mim, e ao mesmo tempo buscar soluções práticas e emergenciais para curar este Caos instaurados aqui é o grande desafio ou a grande solução para dar fim a tanta coisa estranha por ai a fora.

Acredito que na minha humilde visão, para isto se tornar uma prática e que seja uma realizável e  constante mudança; como a água que se transformou em vinho ou melhor como se fosse limpar a casa e deixar um novo frescor para um ambiente saudável, é necessário MUDAR A ESTRUTURA e Reerguer uma nova possibilidade de organização ou desorganização onde o POVO possa estar a frente de decisões e escolhas para o seu bem estar social e cultural. 

Infelizmente não consigo ver nenhum avanço com as mínimas condições existentes e que sejam favoráveis para que isto aconteça em curto prazo na área específica da Saúde. 
 
Espero que o amanhã possa ser efetivamente um outro dia, e que nós, que dependemos deste sistema e destes locais possamos ter o máximo de conhecimento das coisas para evitar certos erros com a nossa saúde e também para podermos cobrar de quem realmente faz as coisas serem como são.

Mas a única certeza que podemos ter de tudo isto é que um dia teremos que partir desta pra melhor, e que antes disto ocorrer que tenhamos a nossa única VIDA como ela merece ser vivida, com o MÁXIMO RESPEITO E TAMBÉM O MÁXIMO CUIDADO.

Apenas visões ao amanhacer na Cidade da Garoa. Rumo a Z/O.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Apenas Relatos. 4

24 de Julho de 2012.

Hoje completo uma semana de trampo como pesquisador e contador no campo da pesquisa. Prezumo que ainda terei muitos dias de trabalho e, com certeza, os locais a serem visitados se tornaram cada vez mais distantes da minha residência.

Bom, ainda bem que estou trampando pois foi a única parada que apareceu, de fato, para eu dar continuidade a minha sobrevivência cotidiana.

Por algum acaso, o destino do meu trampo me lançou para um local pouco conhecido por mim. Ao ir para a Zona Norte de SP, mais especificamente no bairro da Freguesia do Ó, fiquei mais uma vez assustado com o tamanho da cidade e da diversidade de ruas e avenidas. O local indicado para realizar as entrevistas foi um P.S. (Pronto Socorro) do bairro. Aparentemente a situação se apresentava um fluxo razoável de pessoas, a localidade do P.S. também era um fator importante, o mesmo se situa numa avenida bem movimentada e de fácil acesso da população.

Depois de um tempo de calmaria apareceu uma mulher moradora de rua, que estava completamente fora de um comportamento - dito pela sociedade - Normal. Aos berros, reclamações, xingamentos - a uma pessoa que ninguém via - ecoava ao redor do espaço onde eu estava fazendo as entrevistas a mulher falava a mesma coisa diversas vezes. Confeço que fiquei assustado ao ver cenas e o choque que as pessoas ditas: COMUNS se deparavam com a situação. A todo momento ficava me perguntando qual o papel de uma Assistente Social em um Pronto Socorro?

Bom, a resposta veio a tona logo após a mulher, que estava sozinha, ultrapassou suas manifestações de conflito com seus pensamentos e visões para com um pessoa que estava dentro do P.S. De repente esta mesma pessoa apareceu, dizendo que chamaria uma viatura da Polícia Militar para levar ela para a delegacia ou para qualquer outro lugar. Sinceramente fiquei perplexo com a postura da pessoa, foi chocante e um grande absurdo.

O que pude fazer era pedir pra mulher ficar mais calma e ao mesmo tempo pedi para a pessoa do P.S. uma compreensão mediante a situação.

Não sei o que é pior nestes momentos, se é o preconceito estrondoroso da população com uma pessoa que tem sua Psque afetada ou das pessoas quedavam risadas e faziam piadas a todo instante mediante aos fatos.

É, a cada dia que se passa novas histórias e acontecimentos sempre acabo vendo e ouvindo a todo instante. Tem dias que os relatos que ouço mexem com minha cabeça, me deixa confuso. As vezes observar tantas irregularidades constatadas bem em nossa face, existem algumas pessoas que se dizem: Satisfeitas com o Atendimento recebido nestes locais. Como pode-se ver é uma situação bem complicada, não é mesmo?

O que é bom ou ruim nestes casos, são difíceis de avaliar e quantificar. Porém de uma coisa estou em plena consciência de que: NADA É NATURAL. Tenho esta certeza como argumento para explicar que o fato de adoecer e ou procurar algum atendimento médico perpassa pela falta de informação e de conhecimento com situações básicas da vida e que podem ser evitadas quando se tem uma preocupação real com a vida e com a saúde de qualquer pessoa. Portanto, a EDUCAÇÃO é extremamente importante pra todos nós, sem distinção de etnia, opção sexual, situação social e etc... Mas, as condições existentes nesta área específica estão totalmente abandonadas.

Nossa... quanta coisa que aconteceu por aqui. Tive que parar de escrever pois o meu tempo era curto para continuar.

De qualquer maneira uma coisa é nítida nestes dias de trabalho, o descaso com a vida é elevado. Se isto um dia vai mudar é um questionamento que tenho, mas como sou esperançoso espero que isto ocorra o quanto antes, pois do jeito que está tá FODA.

O MUSGO NÃO ATRAPALHA, DEIXA O AR LIVRE E DE ACORDO COM A NATUREZA.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Apenas Relatos. 3

22 de Julho de 2012.

Correria, tensão, correria, tensão...

Estar em contato com a sensibilidade e a emoção das pessoas, em momentos de dor e aflição, provoca algo dentro de mim que ultrapassa o meu papel profissional, ainda mais se tratando com um trabalho de pesquisa, de satisfação com o atendimento público municipal de saúde em nossa São Paulo.

Lágrimas, gemidos, gritos e porquEs???? é o que mais ouço aqui no Jabaquara, zona sul da cidade de SP. Por mais que seja natural para algumas pessoas, pra mim, estar aqui é como se eu estivesse, a todo momento, voltando no passado e revivendo cada instante de cada minuto e segundo que passei, junto com meus familiares, quando meus avós maternos se foram para outra vida. Estes foram os momentos de lembranças que vivi e revi no P,S. do Hospital Municipal Saboya.

Falando sobre o Hospital, a situação mais complicada que percebi foi a conformidade com a qual a vida e a dor entram em conflito e ao mesmo tempo em conforto com as pessoas que por ali passavam. 

Será que é este o fimde tudo? A morte é apenas um sinal de esperança ou o apego a matéria  é mais forte do que os momentos de convivência entre as ambas vidas?

Bom, são estas e mais outras perguntas assim como tantas outras dúvidas referentes a s situações onde todos nós iremos passar e viver um dia de nossas vidas, cada um da sua forma e maneira...

Acho que vou terminar por aqui, as emoções estão a flor da pele, minha cabeça esta a milhão e a todo momento fico me perguntando:

Por que tanto sofrimento, tanta dor e angústia???

Talvez eu nunca tenha estas respostas, mas pra quem passa por estas situações, os questionamentos são milhares onde somente o tempo poderá amenizar a mente e também a alma.

THERE IS A THE LIGHT THAT NEVER GOES OUT.


 


quarta-feira, 25 de julho de 2012

Apenas Relatos. 2

17 de Junlho de 2012.

Olá a todos e a todas, aqui estou novamente registrando sobre meu novo trabalho: Pesquisador de Campo na área da Saúde Pública Municipal da Cidade de São Paulo.

Hoje consegui acordar um pouco mais tarde do que o dia anterior, mas isto não significa que a ansiedade e o nervosismo não tomou conta de mim, mesmo porque hoje é o primeiro dia que estarei falando diretamente com as pessoas que procuraram o P.S. (Pronto Socorro).

Para chegar até aqui foi tranquilo, apesar do local se situar do outro lado da cidade de onde moro, zona oeste, e ter que, ao mesmo tempo, cortar de ponta a ponta da cidade andando de transporte público, foi interessante fazer esta viajem. 

Estar na região da Vila Leopoldina é estranho pra mim que não conheço absolutamente nada por aqui, ainda bem, pois explorar a cidade é algo que gosto de fazer.

Mas bom, vamos ao que interessa. Por se tratar de um P.S. imaginava que o dia seria bem corriqueiro por aqui. Não sabia ao certo qual seria o fluxo de pessoas atendidas, muito menos a faixa etária das pessoas que utilizariam este atendimento, no entanto por ser um pronto atendimento de urgência acreditava que o público seria bem diversificado. E assim foi, muitas pessoas passando de lá pra cá procurando atendimento para isto e para aquilo outro foi um caos, como era de se imaginar.

Após este segundo dia de trabalho, pude perceber o quão grande é esta cidade e o quanto a população necessita de atendimento médico com urgência. Os recursos que vi, os espaços e as instalações, os cuidados e os descuidos dos prédios de saúde são extremamente sucateados, qualquer tipo de manutenção teriam que acontecer todos os dias nestes locais, por se tratar de público e de saúde.

É difícil acreditar de que as pessoas que utilizam os AMAs (Atendimento Médico Ambulatorial) e os P.S. (Pronto Socorros) não sabem se irão ser atendidos/as para buscar melhorias as suas necessidades. A confusão para entender quem faz o que neste espaços são extremas.

Estar em campo realizando pesquisas é interessante, diferente e também muito expressivo. Além de conhecer novos lugares assim como outras pessoas, experenciar sensações de aflição e de alívio e compilar tudo isto para minha vida, tenho certeza que isto ampliará minha visão sobre o mundo em que vivo e mudará meus ideia e pensamentos sobre a Saúde e o Atendimento ao Público.

Deixarei a mercê o que irá acontecer daqui pra frente pois esta novela esta apenas começando, aguardem os novos capítulos.

Fonte da Internet. Para ver Clique Aqui.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Apenas Relatos. 1

16 de julho de 2012.

Hoje começo um nova etapa em minha vida, como na maioria das vezes a sensação é a mesma quando faço algo novo ou muito diferente do que estava acostumado a realizar na minha vida profissional e também na social. Mudanças fazem parte da vida, não é mesmo?

Pra mim, realizar pesquisas é muito mais do que coletar dados e números, esta é uma chance importante que estou tendo e vivenciando com as pessoas que dependem do Serviço Público de Saúde da cidade em que vivo: São Paulo. Poder escutar, olhar e sentir o que as pessoas pensam sobre este sistema será um grande desafio e também uma grande e inovadora aventura.

Se me perguntarem sobre o trabalho que estou fazendo neste momento poderei responder esta questão somente quando estiver terminado pois assim poderei ter mais concreto esta experiência, não é mesmo?

Nesta primeira pesquisa fui para o Conjunto Habitacional José Bonifácio que fica na zona leste da cidade, mas cada dia estarei em um canto diferente da cidade. AMA foi o local escolhido para realizar a pesquisa. O local fica numa avenida bem movimentada e conhecida da região, isto é um dado que facilita tanto o acesso quando a visibilidade do espaço, mas isto não é comum em toda a cidade.

Desde as primeiras horas do dia muitas pessoas passaram pelo espaço. Não sei ao certo qual a demanda dos usuários/as da AMA José Bonifácio III, mas a maioria dos que procuram são idosos/as e mães com crianças de colo.

Por se tratar de um bairro dormitório é nítida a frequência de pessoas precisam de atendimento médico urgente, ainda mais se tratando da época em que estamos falando onde problemas respiratórios batem o recorde entre idosos e principalmente as crianças. Quem sabe um dia isto mude para melhor e que as condições do espaço favoreçam em primeiro lugar a população.

Bom, como disse no início: eis que se inicia uma nova jornada em minha vida profissional e social, uma mudança em minha História de Vida. Enquanto alguns, que se diziam "Amigos/as" de minha pessoa gozam de aventuras e de outras vivências, permito-me dizer que estou completamente contente por estar onde estou e sendo verdadeiro comigo mesmo e para com quem acredita no que sou e no que faço. Tomare que os relatos que irei registrar aqui, em meu blog, possa contribuir em nosso censo crítico, social e principalmente no Humano pois, afinal de contas: somos pessoas que cumprimos com nossos deveres e queremos que os direitos básicos sejam garantidos, independente de qualquer situação vigente ou pré estabelecida.

Vander xCHEx.


domingo, 22 de julho de 2012

Novas ideias no AR.

Salve galera que passa por aqui para ver alguma informação, novidade, crítica a alguma coisa ou à alguém.

Enfim, começarei nesta semana a publicação de alguns textos de uma Nova Experiência Profissional e Social da qual estou vivenciando nos últimos dias.

Serão relatos de situações e questões reais que estarei presenciando, e nada melhor do que expor minhas dores, angústias, conflitos, alegrias, risadas e dúvidas sobre a Vida e o Viver de quem depende da Saúde Pública desta cidade de São Paulo.

Todos os textos publicados tem minah total responsabilidade, e em nenhum momento publicarei nomes oficiais, a não ser o meu mesmo, para manter a privacidade e ética das situações que estou vivendo.

Pelo menos, uma vez na semana estarei publicando algum texto falando sobre esta nova caminhada e experiência.

Espero que gostem e curtam os meus relatos.

Pois: "A vida segue seu rumo, e eu também."
Vander xCHEx


quinta-feira, 21 de junho de 2012

Respeito é pra quem tem... Mesmo.

Na última terça feira, 19/06 estive presente no Sarau Suburbano Convicto no lançamento do Livro do Escritor Sacolinha junto com uma galera firmeza.

Como de costume fui acompanhado da minha mochila com algumas camisetas para vender e durante o percusso a chuva apertou e cheguei um pouco molhado. Algumas pessoas não conseguiram chegar pois a chuva foi tanta que o transporte público estava uma merda, para dizer o português claro.

Foi muito da hora poder encontrar uma galera que a muito tempo não via, isto faz revigorar algumas coisas e deixar outras de lado, o mais bacana são as conversas, risadas e piadas que acabam sempre acontecendo. O mano Ítalo Mo.Fya me acompanhou neste role porém ele chegou um pouco depois de mim.

Enfim, o sarau aconteceu, algumas pessoas foram chegando inclusive um cara muito firmeza que tivemos o prazer de entregar uma camiseta do Muros que Gritam... pra levar como lembrança das atividades que o coletivo realiza aqui e em outros locais da Cidade.

Abaixo, segue algumas fotos deste role.

Minha Mochila.

Sacolinha recitando seu poema da Hemorroida.

Alessandro Buzo e Tubarão DuLixo. manos firmezas e apresentadores do Sarau.

Mano muito firmeza: xEU, Darlan Cunha (Ator do filme Cidade de Deus e Cidade dos Homens) e Ítalo Mo.Fya.

Mano Tubarão DuLixo veste nossa História.

Que galera firmeza.

E assim foi a noite.

Vamos que vamos.

terça-feira, 5 de junho de 2012

A...

Ta feito.
E não há como voltar.
Quem viu, beleza.
Quem não acompanhou
Se F...
Mas é assim mesmo...
Tá feito.
E não mudará
Jamais.

Pensamentos Noturnos.

VANDERxCHEx


B...

Inter-Vir é necessário
Ao-Agir.

VANDERxCHEx.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Curtinha 1.

Somamos com que acreditamos, não é mesmo?

Isto se torna cada vez mais nítido pra mim.

Sendo assim, a sobrevivência continua.

Porque ela é Contínua...

Sempre!!!

VANDERxCHEx.
2012.

Curtinha 2.

VÁ PRO INFERNO
ANJO DO CARAIO.

VANDERxCHEx.
2012.

Curtinha 3.

Pensar Alto
Não é Errado.
Pior mesmo
É pensar no
Tombo.

VANDERxCHEx.
2012.

Curtinha 4.

AMARGO É SENTIR
O DESPREZO ALHEIO.
AMARGO É VIVER
SEM SER NOTADO.
SENTIR-SE:
CALADO,
INCHADO,
QUANDO QUERO
ALGO FALADO,
EU ESTRAGO.
ESTRAGO TUDO
QUE PENSAVA
PARA RENOVAR
MEU DIÁLOGO.

VANDERxCHEx.
2012

Curtinha 5.

Ando porque tenho Pernas.
Sonho porque tenho Desejos.
Luto porque tenho Vontades
De desvendar alguns Anseios
Da sua personalidade.

VANDERxCHEx.
2012

Curtinha 6.

Quem planta Merda...
...Colhe BOSTA.

VANDERxCHEx

domingo, 13 de maio de 2012

Grato pelo Desagrado!


 "E para finalizar a noite:
Relaxa.
Amanhã é outro
DIA"

Vander xCHEx.
2012

"O som
me desperta a vontade
de fazer e ser aquilo que não consigo
fazer sem escutar ou
sem balançar meus pensamentos.
Apenas balançar,
tremer e vibrar.
É, é a Arte...
A Pura, Simples e Complexa
ARTE."

Vander xCHEx.
2012.

"... É a vida... E ela poderia ser bonita,
bem bonita e tão bonita.
O foda é que nós, seres humanos,
destruimos ela todos os dias.
Tenso, Tensidade.
Intenso, Intensidade..."

Vander xCHEx
2012.

"Acredito que a Humildade não é uma fórmula
e sim uma essencia que poucos/as possuem".

Vander xCHEx.
2012.

sábado, 12 de maio de 2012

Meu total agradecimento.


Falar do que conhecemos e fazemos parece fácil né? Só parece.

Mas quando a coisa é séria as ideias vem surgindo e vem aparecendo palavras certas para expressar o quão maravilhoso e gratificante é perceber que, o que fazemos surte efeitos gigantes em muitas pessoas.

A ideia nasceu de uma conversa com o mano Emerson Alcalde que se tornou um irmão de correria e também de amizade, desta conversa decidimos fazer um evento de poesia na zona leste, e para tanto o local escolhido - não ao acaso - foi a Estação do Metrô Guilhermina Esperança, mais especificamente na praça ao lado do metrô.

Desde fevereiro vem acontecendo em todas as últimas sextas feiras de cada mês o Slam da Guilhermina e hoje posso dizer que estou bastante contemplado por algumas coisas que conquistamos durante este período curto. Feliz também por ter pessoas aos nosso lado que acreditam no que fazemos e também por ter o mano Emerson Alcalde como companheiro que apresenta o Slam.

Enfim, como nada é tão maravilhoso sei perfeitamente que existem algumas pessoas que enxergam o que fazemos uma coisa para nós aparecermos nas mídias, sermos popstars ou estrelinhas, Rá, sinceramente estas pessoas nem imaginam ou nunca irão sonhar para dizer algo sobre nós, pois nem nos conhecer passa por perto de suas visões. Queremos sim fazer as coisas acontecerem, aonde nunca olharam ou nunca ninguém se preocupou em realizar qualquer coisa na comunidade da Guilhermina.

Não seremos os únicos pois nem almejamos isto, queremos sim ser o que somos e fazer a coisa acontecer na RUA. As críticas serão sempre bem vindas desde que seja verdadeiras e de pessoas que já passaram, viram ou até vivenciaram alguma atividade por nós, do Cultura ZL realizada.

Enquanto isso, deixo aqui meus sinceros agradecimentos a todas as pessoas que já foram no Slam, as pessoas que não puderam ir, ainda, em nosso evento e também a quem podemos ajudar nas divulgações via e-mails e redes sociais, meu MUITO OBRIGADO.

E aos que pensam que estamos aqui de bobeira, de chapéu deixo-vos um recado: Pergunte a quem já foi e depois tire suas conclusões. Independente de suas ideias não mudará nossa vontade de realizar nossas atividades, nossas vontades e nossas utopias, muito pelo contrário isso nos alimentará para termos forças e energias para serem espalhadas por quem acredita na força que a Poesia possuí. 

Com vocês deixo a mensagem deste Hermano que compareceu no Slam da Guilhermina do mês de Abril trazendo não só poesia, mas sua experiência de vida e de Humildade. Porquê? Por que tem que ser HUMILDE.

SALVE LINDOMAR 3L.



sexta-feira, 11 de maio de 2012

Escrever me Liberta.



Fica a Dica.

Fugir do medo que aflita a postura diante dos fatos
Não é o mais fácil, o correto, o sensato.

Agir de maneira justa que não é imposta por ideais errôneos
Leva um certo tempo, um cuidado, um cálculo.

Para apontar erros exitiram milhões
E para valorizar os acertos restaram algumas migalhas.
Enfrentar os valentões que existem serão poucos
Pois muitos serão quem nos desafiam e os bons se afastam.
 
Porém o que vale é tirar de assalto
Aquilo que organizaram para atrapalhar o seu lado
E dar risadas dos atrasados.

Melhor que isto, é seguir adiante...
Avançando nos desafios,
Curtindo a vida ,
Pulando os adversários
Numa eterna alegria.

E quem sabe um dia
Isso se torne algo concreto
E que a vida seja vivida
Com harmonia, isto é o que espero!

Vander xCHEx.
2012.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Poesia Falada é Poesia Transcrita.



Mais que Traços são Fatos.

No escárnio das ruas
Os traços reluzentes deixam suas marcas.
As cores fortes
Dialogam com o desprezo feito pelo Homem.

Mais sensações são sentidas
Quando não se escutam as batidas
Dos corações Maloqueiristas.

De volta para o aconchego,
O suor respinga,
No resto de tinta
Sem a menor intensão de ser o certo
Pois o errado,
Está no Concreto!

Vander xCHEx.


quinta-feira, 19 de abril de 2012

1ª Mostra de Graffiti no Sindicato dos Metroviários-SP. MQG...



Este dia foi incrível, muito calor, muita água, comida boa e pessoas maravilhosas.
Parabéns aos envolvidos e responsáveis pelo encontro:
Ricardo Cadol
Dedot e Done.
Radial Leste - São Paulo/SP.
2012.

O TEMPO É REI.



Pra deixar registrado...
Trampo feito em São Miguel Pta, em São Paulo/SP.
Vamos que vamos.

Sarau Ocupacao Vander xCHEx



Mais um trampo realizado na centro da cidade de São Paulo no Sarau da Ocupação da São João.

FRASES...

Pensando,
Repensando,
Pensando,
Repensando...

A todo momento
Pensando,
Repensando...
E eu não me canso.

Vander xCHEx.

UMA GRANDE GAROTA.


UM DIA AVISTEI UMA GAROTA.
ELA USAVA UM CONJUNTO CINZA.
MAS QUE NÃO APAGAVA SUA COR
MUITO MENOS SUA ALEGRIA.

QUEIMADA DO SOL
CHEIROSA COMO UMA ROSA.
MUITO LINDA E JEITOSA
ME CONQUISTOU NUMA PROSA.

DIFÍCIL FOI RESISTIR A SEU CHARME
A SUA DOÇURA E A SUA FORMA.
UMA MENINA FORMOSA E DENGOSA
MUITO MAIS HONROSA, AGORA.


HÁÁÁ... COMO EU QUERIA TE ABRAÇAR
TE SENTIR E TE AGARRAR.
SEGUREI MINHA ANSIEDADE ATÉ ONDE PUDE
E FUI PARA O ATAQUE, VÊ SE PODE!


FUI OUSADO, FUI COBRADO
E TAMBÉM CONSIDERADO:
UM MENINO BEM EDUCADO.
ESPEREI COMO PUDE, EM TER UMA RESPOSTA
QUANDO ELA VEIO, FIQUEI SEM JEITO
POIS MAL ESPEREI O TEMPO...
FUI COLOCADO NUMA SITUAÇÃO
ENGRAÇADA E GOSTOSA.


DEPOIS DE TUDO ISSO...


TE QUERO MAIS QUE TUDO
MAIS QUE O SOL
E MAIS QUE O INFINITO.
SITUAÇÕES COMPLICADAS IREMOS VIVENCIAR
MESMO NA LUTA OU NO CASAMENTO
O NOSSO AMOR NOS FORTALECERÁ.


SEJA UM FILHO OU UMA FILHA
NOSSO AMOR SERÁ SEMPRE O CONTENTO
ACIMA DE QUALQUER DESCONTENTO
ACIMA DE QUALQUER SOFRIMENTO
NOSSA VIDA TERÁ MUITA FELICIDADE, PAIXÃO TODO DIA.


POIS NOSSO AMOR É ALEGRIA
É FESTA
E SE TORNOU UMA GRANDE DEMONSTRAÇÃO
DE CARINHO
DE COMPAIXÃO
REGISTRADA NESTA HUMILDE 
POESIA.


TE AMO.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

DELÍRIOS DE UMA QUARTA FEIRA DE MANHÃ.

...VIVER É MAIS PRÓXIMO DO QUE SONHAR.
SONHAR ME FAZ CORRES ATRÁS DE COISAS
PARA PODER VIVER...

Vander xCHEx.
2012.

terça-feira, 10 de abril de 2012

FELIZ é pouco...

Estou completamente contemplado.
Grato por quem esta nos corres, seja de longe
ou do meu lado.
Isso é fato, considerar o que faço.
É algo claro e comprovado nas palavras
e atitudes das pessoas maravilhosas
que andaram
e ainda andam ao meu lado.
Isto é fato.

Vander xCHEx. 2012.

SÓ QUEM É SENTE.

Às vezes sinto que faltam palavras, sensações.
Transmitir o que se sente tá longe do meu alcance.

A música que ecoa
nos meus ouvidos
pede para recompor minhas ideias
Mas não quero seguir
nenhum modelo
sou sujeito quero respeito
de mim mesmo e por mim mesmo.

Talvez seja o momento
De parar e ir pro começo.
E que a vida
me deixe ao
contrário,
descontrolado,
amordaçado.

Talvez seja silêncio
o remédio para este momento
Praticar isto será necessário
Para não se perder
O equilíbrio.

E para sair do desembaraço...

Das ideias,
das ações,
das opiniões e
das emoções.
nada melhor do que afogar em
meus próprios abraços
e respirar o ar dos meus pulmões.

Vander xCHEx.

AS CORES.



Vem da natureza.
Da mistura de essências.
Produz efeitos sonoros
Em vez de tristezas.

Cada cor tem sua função
Cada mistura uma nova admiração
Sua inexplicável atitude
Provoca alguma transmutação.

segunda-feira, 26 de março de 2012

1, 2, 3 SLAM DA GUILHERMINA...


Esta chegando galera nosso próximo encontro na Guilhermina Esperança.
O evento se chama: SLAM DA GUILHERMINA.
Uma batalha de poesias e poetas em prontidão para declamar e curtir a noite de São Paulo na região da
Zona Leste.

O evento é simples, cada poema tem o tempo de 3 minutos para recitar alguma poesia, poema, texto de sua própria autoria, após o término o Juri - que é formado pelas pessoas presentes no evento - dá sua nota de 0 a 10 para cada participante, quem tirar as maiores notas é o Campeão/ã.

Local: Estação do Metrô: Gulhermina-Esperança. Saindo do lado esquerdo da Catraca do Metrô.
Horário: 20hrs.
Quem pode colar?
Todos e todas as pessoas que gostam, curtem e amam a Poesia.

Nos encontramos lá.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

AOS MATARAZZOS E A DONA MARIA PIA.

CLANDESTINOS & DESAFIOS

Explorar, contatar, reunir, sentir.
Convidar, elaborar, ouvir, sentir...
Pensar, filosofar, argumentar, traçar.

Amedrontar, curiar, pesquisar, afugentar...
Princípio de conhecer o desconhecido.
Sentir a possibilidade de – ao menos – ser concluído.
Uma ideia maluca, para provocar mais Cultura.

Em um espaço totalmente sem Estrutura.
Chovendo e-mails contendo o Histórico,
Continham outras palavras como esta:
SOU CONTRA.

A parada foi tão séria
Que surgiram algumas anedotas.

Criar alternativas foi a nossa meta
Descontentes com o tempo, mas
São Pedro deu uma Trégua.
Agora tentar filtrar as nossas ideias,
Foi uma loucura.

O medo se instaurou quando saímos de casa.
Pois as bikes foram nossos motores
E as pernas os aceleradores.
Passando por lagos, rios e barros.
Chegamos no local tão esperado onde um gigante muro de arrimo
Estava ao nosso lado, esquerdo...

Medo: todos sentem.
Bichos: todos somos.
Terra: sempre queremos.
Sonhos: nós concretizamos.

Talvez sejam estas as formas que nós encontramos...
Muitos: Muros, Focos,
Balaios, D’llas Ruas
E a CIA dos Outros e Eus...
Encontramos pra montar e mostrar nossas Histórias.

Que se encaixam em Redes (REDE LIVRE LESTE), (Ze Éles) (CULTURA ZL) num único espaço.
Onde no passado, trabalhadores e pessoas se juntavam todos os dias.
Para terem seus salários, ajudaram a construir o Império dos MATARAZZO,
Que arruinaram com a vegetação, o solo e principalmente o espaço.
E pra finalizar:

Somos
Contras
Ao Contrário.

Vander xCHEx.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Clandestinos: Arte em Ruínas.



Ser Clandestino é ser desbravador, é ser sonhador, é ser responsável pelas atitudes, é viver o inesperado. 

Arte é pra liberta o mais íntimo sentimento de expressão, é criar em cima das coisas naturais, é modificar o existente, é problematizar o visível.

Ruínas é o descaso, o abandono, é o abrigo dos afugentados pelo sistema escravo e opressor, é se infiltrar em locais considerados como condenados e perigosos.

Clandestinos: Arte em Ruínas é o nome dado a este imenso e planejado trampo entre alguns coletivos culturais da região de Ermelino Matarazzo, Zona Leste de SP. A ideia principal do trabalho é: Como podemos Intervir - artisticamente - na Cidade de São Paulo? 

E ai está o nosso trabalho.

Portanto fiquem a vontade para verem e vislumbrarem a nossa intervenção feita e realizada por pessoas que acreditam na Arte e principalmente na Cultura, e que os espaços - por muitos abandonados - podem ser transformados em espaços culturais e de atividades sócio culturais e educativas.

DIA DA INTERVENÇÃO:
27 DE FEVEREIRO ÀS 19:00HS.
LOCAL:
ESTAÇÃO DE TREM: COMENDADOR ERMELINO.

Só colar.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

LIÇÃO PRA CASA.



Realmente estamos na "Cova dos Leões" como dizia sabiamente Renato em sua múscia extraordinária. No entanto ainda temos nesta selva alguém que reage as crueldade da cadeia humana, que também é alimentar. Este personagem fala por muitas pessoas que estão nesta linha de frente, de combater as infustiças feitas por nós: SERESBURRANOS.

Isso me faz pensar no seguinte, se ele fez  e falou tudo isso imaginem se todos nós - que estamos indignados com as irresponsabilidades que algumas autoridades - fizéssemos também, de forma respeitosa e HUMANA? Fica a dica.

E por falar nisso, quando terminei de ver este vídeo me dei conta do quão é necessário falarmos o que pensamos e é com muito orgulho que agora posso dizer que existe alguém em prol a Luta popular e também fala o que pensa e tem provas a seu favor, hoje posso dizer também que tenho ORGULHO de ser Brasileiro, sofrido SIM, mas isso me enche de vontade de não arredar o pé e continuar lutando, com muitas pessoas bacanas ao meu lado e aos que estão distantes.

É necessário acredita e lutar por dias melhores. 

Abracios a tod@s.

Suplicy eu acredito em você Companheiro... Sempre!

VANDERxCHEx

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

JÁ ESTÃO A VENDA...

CAMISETAS MUROS QUE GRITAM...

 MASCULINAS
TAM: P, M, G e GG.


FEMININAS.
TAM: P, M, G e GG.

VALOR ÚNICO:
R$ 20,00

Quem tiver interesse entrem em contato pelos e-mails:

murosquegritam@hotmail.com
vander_1987@hotmail.com