sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

SARAU DOS MESQUITEIROS - 26 DE FEVEREIRO.


Anote na Agenda:

Sábado, 26 de Fevereiro
das 18hs as 20:30hs

música-dança-grafite-teatro
mesa-de-pintura-pra-molecada
microfone aberto pra poesia

tudo na faixa!
(menos os comes e bebes, é claro!)

Na EE Jornalista Francisco Mesquita
Rua Venceslau Guimarães, 581
Jd. Verônia - Erm. Matarazzo

Compareça, divulgue!
 
Pra maiores informações, acessem:

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

AGRADECIMENTOS...

Pô, como foi da hora o último sábado. Tive algumas sensações estranhas que antecederam o WorkShop de Graffiti como: 

Será que vai gente? 
Serão mais jovens, adultos ou a mulecada? 
Talvez tenha que planejar um PLANO B se eu falhar?
Mas, será que, será que, será que...

Bom, mas será que nada, foi muito mais loko do que eu esperava. Cheguei ao Espaço do Invisível - pra variar - um pouco adiantado, até mesmo pra sentir o clima do espaço, ver as pessoas chegarem pra participar do WorkShop e também pra saber como seria a aceitação da galera com a discussão que propus nas atividades que foram realizadas.

Falar de Graffiti, pra quem já faz é muito relevante e contém muitas  Histórias pra contar, porém ao falar para um público interessado em: Pegar nas latinhas, Como faço pra não deixar a tinta escorrer? Que tipo de técnicas são usadas pra deixar o risco mais fino? Enfim, milhões e milhões de dúvidas que me mostrou algumas  sugestões como por exemplo: há muito ainda pra nós: que pintamos nas ruas, becos, vielas e em outros espaços físicos/ou não, temos que trabalhar pra informar, comunicar as pessoas e deixar sempre o próprio egoísmo que nos cerca sobre o que fazemos de lado. O que quero dizer é que: precisamos estar mais dispostos a tirar as dúvidas e sempre discutir  qual a importância do Graffiti em nossas vidas e como ela dialóga com a Cidade, quer dizer com as Cidades e com as pessoas.

Quando eu vi a sala lotada, fiquei pensando que no passado a coisa era bem diferente, como: era sempre coisas no Centro da Cidade como: Vila Madalena - Beco, Vila Mariana; e se hoje tivemos esta chance de realizar uma para em nossa quebrada é porque estamos tendo mais espaços pra discussão e principalmente momentos de expandir o mínimo que sabemos pra aqueles/as que estão na secura de conhecer o que fazemos. Realmente, isso não tem preço nenhum...

Gostaria de agradecer a toda a galera do Periferia Invisível; não vou citar nomes pra não correr o risco de esquecer de alguém, mas  sintam-se todos/as agradecidos/as, as pessoas que compareceram no WorkShop, sei que ficou faltando a tal Sprayzada na parede mas não faltará oportunidades pra isso acontecer e também não posso de deixar meus sinceros agradecimentos a Minha Companheira Carla, sempre nos correr comigo, isso sim é ser companheira, também  aos graffiteiros: ESTOPA, URSO, DEDOT, ROTE, CREDO, HOPE, EVE 14, MO.FYA, MR. FREE, MICA, CEILA, DOUG que por várias questões não puderam comparecer ao evento, mas que levo  sempre como referências pra onde realizo alguma atividade.

"Estar nas ruas não é sinônimo de dizer que ela é nossa. Antes disso, estar nas ruas é aprender a dialogar com o que nela já existe que são as pessoas, e isso é super válido". Vander xCHEx.

Logo mais estarei colocando algumas fotos do WorkShop e também produzirei um Vídeo pra todos/as nós.

FUI.
2011 PROMETE!