terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

AOS MATARAZZOS E A DONA MARIA PIA.

CLANDESTINOS & DESAFIOS

Explorar, contatar, reunir, sentir.
Convidar, elaborar, ouvir, sentir...
Pensar, filosofar, argumentar, traçar.

Amedrontar, curiar, pesquisar, afugentar...
Princípio de conhecer o desconhecido.
Sentir a possibilidade de – ao menos – ser concluído.
Uma ideia maluca, para provocar mais Cultura.

Em um espaço totalmente sem Estrutura.
Chovendo e-mails contendo o Histórico,
Continham outras palavras como esta:
SOU CONTRA.

A parada foi tão séria
Que surgiram algumas anedotas.

Criar alternativas foi a nossa meta
Descontentes com o tempo, mas
São Pedro deu uma Trégua.
Agora tentar filtrar as nossas ideias,
Foi uma loucura.

O medo se instaurou quando saímos de casa.
Pois as bikes foram nossos motores
E as pernas os aceleradores.
Passando por lagos, rios e barros.
Chegamos no local tão esperado onde um gigante muro de arrimo
Estava ao nosso lado, esquerdo...

Medo: todos sentem.
Bichos: todos somos.
Terra: sempre queremos.
Sonhos: nós concretizamos.

Talvez sejam estas as formas que nós encontramos...
Muitos: Muros, Focos,
Balaios, D’llas Ruas
E a CIA dos Outros e Eus...
Encontramos pra montar e mostrar nossas Histórias.

Que se encaixam em Redes (REDE LIVRE LESTE), (Ze Éles) (CULTURA ZL) num único espaço.
Onde no passado, trabalhadores e pessoas se juntavam todos os dias.
Para terem seus salários, ajudaram a construir o Império dos MATARAZZO,
Que arruinaram com a vegetação, o solo e principalmente o espaço.
E pra finalizar:

Somos
Contras
Ao Contrário.

Vander xCHEx.

Nenhum comentário: