segunda-feira, 13 de junho de 2011

MINHA ALEGRIA PODE-NÃO SER-SUA INVEJA!

Pois é, como pintar me alegra. Ainda mais quando estou ao lado de pessoas, de certa forma, são minhas referências de atitude, pessoa, de Ser Humano.
Quando comecei a pintar e a se interessar por Graffiti, sempre via e reparava uns trampos da hora na quebrada e adjacências: Penha, Cangaíba, São Miguel PTA. E uma coisa da hora é que, quando eu colo nos eventos o que mais percebo é a variedade de pessoas que pintam, e outras que muitas vezes estão no role pra curtir, pra se divertir e pra saber quando será o próximo evento e assim por diante…
Talvez, esta tenha sido uma das grandes mudanças nos últimos tempos na Cena do HIP-HOP, principalmente na do Graffiti. Está certo que em cada área ouve seu avanço e seu retrocesso, mas o que é loko é ver a Diversidade e a Amplitude que se tornou o RAP, BREAK, B’BOY-B’GIRL, GRAFFITI e também o CONHECIMENTO (LITERATURA-SARAUS E ETCS…).
Contudo, uma coisa tenho em mente: o que eu faço não tem como principal proposta agradar os gostos e desejos das pessoas, e sim tem uma pegada de aproximar das pessoas interessadas – ou não – um pouco deste universo, do Graffiti, das Ruas, das Manifestações Artísticas das Periferias, das nossas Abstrações. 
Por isso gosto muito do que faço e tenho a plena certeza de que a ARTE é LIBERTADORA, no sentido de fazer, sentir, realizar, conquistar, explorar, experimentar outras possibilidades de sermos o que, geralmente não conseguimos ser e a ARTE possibilita uma aproximação maior com seu íntimo e com a vidas das pessoas. 
Pra mim Graffiti é TUDO, é VIDA… SEMPRE!
xCHEx

Nenhum comentário: